Da demonstração da inutilidade do estado a partir da falta de máscaras…

Não deixa de ser curioso como a partir desta situação da pandemia muita gente de direita e de esquerda tira a conclusão da necessidade do reforço do Estado, dos poderes dos governos, das polícias e das leis especiais.

A minha conclusão, a partir da tradição libertária, é diametralmente oposta. Só a sociedade enquanto comunidade assente em laços de solidariedade, igualdade e apoio mútuo pode solucionar este, como muitos outros, problemas. Afinal o serviço de saúde e os hospitais – tal como o sistema educativo – não são, nem podem ser, repartições burocráticas do Estado e podem funcionar coordenadas. Da mesma forma a capacidade da sociedade buscar e implementar soluções, imediatas e criativas, é bem superior à dos governos. A isto chama-se autogoverno, autogestão generalizada, socialismo libertário, o nome pouco importa.

Se este Estado, com toda a sua burocracia, centros de pesquisa, grupos de análise, universidades, serviços secretos não conseguiu prever o actual cenário a partir do momento que a pandemia chegou à Europa, ou seja previsões de curto prazo, nem sequer consegue solucionar o problema da falta de máscaras de protecção, não obstante a existência de uma industria têxtil nacional, ou de álcool, mesmo tendo nós autonomia na produção de álcool e refinarias, está tudo dito sobre a necessidade do Estado…

Saúde e liberdade

Eduardo de Sousa

21-3-2020

Um comentário em “Da demonstração da inutilidade do estado a partir da falta de máscaras…

  1. Pingback: Portal Anarquista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s